“Televisão digital: matrizes teóricas no espaço ibero-americano”

Busca-se reunir as publicações científicas
existentes, estabelecendo as matrizes teóricas e organizando o material
científico que estiver disperso sobre o assunto. A partir do levantamento
bibliográfico proposto, almeja-se recolher a maior quantidade de obras
possível, publicadas dentro dos países escolhidos ou por pesquisadores
destas localidades.

“Televisão digital: matrizes teóricas no espaço ibero-americano”

As atividades em desenvolvimento dão continuidade à pesquisa
“Televisão digital: matrizes teóricas no espaço ibero-americano”, que foi
iniciada em 2009. Será possível uma ampliação da visão crítica sobre o
contexto ibero-americano, observando três países que vivem realidades
sócio-econômicas bem diferentes e estudos sobre comunicação em
estágios heterogêneos. As produções acadêmicas estão sempre
relacionadas ao quão avançado essas discussões estão em cada localidade.

Portal de Mídia MS

O projeto de pesquisa tem como objetivo diagnosticar o perfil da pequena
imprensa sul-mato-grossense quanto a: 1) Ordem estrutural – a) apurar o número de
pequenos jornais existentes no estado; b) a estrutura da pequena empresa
jornalística; c) identificar as características do produto jornal; d) traçar o perfil de
seus jornalistas; e) identificar o perfil dos empresários do setor; 2) Ordem
conjuntural – a) avaliar o índice de crescimento destes veículos; b) identificar os
fatores sócio-econômicos e tecnológicos que contribuíram para este desempenho.
Esse diagnóstico vem sendo traçado a partir da aplicação de questionários a
empresários e jornalistas do setor. O resultado será publicado em livro em 2013.

O “CASO BRUNO”: A REPRESENTAÇÃO DO FATO E DO ATOR SOCIAL EM GÊNEROS DA MÍDIA IMPRESSA

RESUMO: Neste artigo, analisamos a representação do ator social Bruno Fernandes –
acusado de ser o responsável pela morte de Eliza Samudio -, e desse fato, em textos de
gêneros do jornalismo informativo (notícia e reportagem) e opinativo (editorial, artigo
de opinião e carta do leitor). Baseamo-nos em estudos sobre referenciação (KOCH,
MORATO e BENTES, 2005), na Análise de Discurso Crítica (FAIRCLOUGH, 2003),
especificamente no significado representacional e também na proposta de Van Leeuwen
(1997) e Fairclough (2003) para análise da representação dos atores sociais.

MULHERES NOS 30 ANOS DE JORNALISMO DA TELEVISÃO BLUMENAUENSE

O texto expõe a pesquisa realizada como embasamento para a produção de um
videodocumentário com depoimento das mulheres que participaram do jornalismo
televisivo entre os anos de 1969 e 2010, em Blumenau, primeiro município
catarinense com emissora de televisão. Destaca-se com este trabalho a importância
da pesquisa na graduação de curso em instituição fora dos grandes centros, que
permite a memória do jornalismo regional.

Etnografia na iniciação científica em jornalismo: os primeiros passos de uma técnica de investigação

O presente texto vai tentar descrever
como um grupo de pesquisa orienta o uso da etnografia como técnica de investigação para
o acompanhamento das rotinas produtivas nas redações. Afinal de contas percebemos
modificações nas rotinas produtivas no jornalismo, mas nos deparamos com uma série de
dificuldades para sistematizar e compreender o que representam tais modificações. O fazer
jornalístico da atualidade precisa ser observado, porque nele podem estar aparentes os
valores do jornalista, formas de abordagem noticiosa e até mesmo podemos observar
outros valores notícia dos que os sistematizados em outros momentos pela pesquisa
científica no jornalismo.

ESPELHO QUEBRADO. CADÊ O DESEJO? Reflexões sobre estilhaçamentos especulares da imagem jornalística

O presente relato apresenta reflexões sobre o estilhaçamento especular do
sujeito jornalista, na contemporaneidade. Trata-se de análise que vem sendo
realizada, junto a jovens adultos, a partir de referencial transdisciplinar, envolvendo a
Esquizoanálise, para a noção de sujeito contemporâneo, em sua complexidade
caosmótica desejante; a Psicanálise, principalmente com Jacques Lacan, para a
fundamentação da dimensão especular; as chamadas Teorias da Imagem e do
Jornalismo.