TROCA DE SABERES ENTRE O PET CNX EDUCOMUNICAÇÃO E O GESTAR II

O Programa Gestão de Aprendizagem Escolar
(GESTAR) oferece formação continuada em língua portuguesa e matemática
aos professores do sexto ao nono ano do ensino fundamental nas escolas
públicas. O programa busca contribuir com o aperfeiçoamento e a autonomia
do professor em sala de aula, trabalhando habilidades e competências. O objetivo do GESTAR é melhorar os indicadores de
ensino e qualidade por meio de ações amplas e estratégicas de estudo
coletivo e individual. São realizadas, entre outras atividades, práticas
presenciais, como encontros e oficinas, para professores do ensino básico. O
material do programa é planejado para proporcionar a participação ativa dos
educadores, sugerindo ações e ideias para aplicações em sala de aula.

SICOM-PET: a formação de um laboratório de comunicação multimidiática

O Sistema de Comunicação PET (SICOM-PET) é um núcleo de Comunicação
interna e externa, é uma atividade extracurricular e multidisciplinar do Grupo
PET de Rádio e TV da Unesp de Bauru. Ele funciona como estrutura laboratorial
de ensino-aprendizagem e profissionalização dos alunos dos cursos de
graduação.

O Jornal do CCE como atividade de extensão: notas sobre a proposta metodológica aplicada

Este trabalho busca realizar uma análise sobre o projeto de extensão Jornal do CCE no período de
março de 2011 a dezembro de 2011. O projeto dirigido à comunidade do Centro de Comunicação e
Expressão é desenvolvido por estudantes da 2a fase do curso de Jornalismo da Universidade
Federal de Santa Catarina sob a orientação geral do professor Elias Machado1 e conta com o
apoio de uma bolsista, Carolina Franco2 e da professora de Editoração Eletrônica, Rita Paulino.

Meios: Educação e Comunicação a Serviço da Sociedade e do Meio Ambiente

O Curso de Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo da UFU abriu sua primeira turma em 2009 e foi abrigado na Faculdade de Educação. Esta particularidade não se deu por acaso. A inter-relação entre as áreas de comunicação e educação foram consideradas desde a concepção da estrutura recebido contribuições do projeto curricular. Prova disto é a presença da disciplina de Comunicação e Educação, ministrada já no primeiro semestre. Para potencializar a promoção de atividades educomunicativas que tivessemrealização ou apoio do curso, tornava-se necessário desenvolver um
mecanismo que pudesse concentrar pessoas, saberes e projetos relacionados à área. Nasceu assim, ainda em 2009, o Programa de Extensão Meios, registrado e apoiado pela Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (PROEX/UFU).

CIENCIA/UFU – A AGENCIA DE NOTÍCIAS E A WEBRÁDIO DO CURSO DE JORNALISMO/UFU A SERVIÇO DA DIFUSÃO E POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA EM JORNAL IMPRESSO E RÁDIO E TV UNIVERSITÁRIAS EM UBERLÂNDIA, MG

A agência de notícias do curso de Comunicação Social:
Habilitação em Jornalismo é o pólo de informações do Projeto
conhecido popularmente como “Pop Ciência”. Esse Projeto
possibilita a prática do jornalismo especializado em ciência com
cunho educomunicativo, o que, segundo Ferreira (2010) permite
que o comunicador varie repertórios na abordagem midialógica de
fenômenos e melhor se instrumentalize.

A prática de extensão universitária em organizações de natureza jornalístico-comunicacional

Este artigo analisa o que emerge das atividades de extensão universitária de natureza
comunicacional, em particular as realizadas no âmbito do jornalismo, quando estas são
desenvolvidas de uma perspectiva organizacional. Ou seja, quando organizações como jornais,
rádios e televisões, no que elas têm de comunicacional e jornalísticas, são compreendidas como
partes integrantes das comunidades em que as universidades se inserem e dialogam, à revelia da
forma como o façam, da mesma maneira como ocorre com segmentos não-governamentais,
associações de classe, ações de instituições religiosas e outras.

E QUANDO O CIDADÃO ABRE MÃO DO DIREITO À INFORMAÇÃO? Relato de experiência de uma ação em andamento dentro projeto Observatório do Direito à Informação (ODI.jor): Produção, pesquisa e extensão em jornalismo

Este Resumo Expandido visa relatar a experiência de uma ação desenvolvida dentro do
projeto criado pelo autor em 2022, sob a denominação Observatório do Direito à Informação
(ODI.jor): Produção, Pesquisa e Extensão em Jornalismo. Trata-se de uma enquete/sondagem
realizada pela equipe do projeto entre maio e junho de 2022 com a população de Barra do
Garças (MT) e que revelou, em linhas gerais, que boa parte dos entrevistados abre mão do seu
direito à (receber) informação.